Garimpo: Digital Derby, Hit and Missile, Game Boy Color etc.

Fala, pessoal! No último sábado, dia 20/01, voltei à Feira de Antiguidades da Praça XV, que acontece sempre aos sábados no Centro do Rio de Janeiro. Os achadinhos da vez foram esses:

01. Digital Derby (Tomy, 1978);
02. Hit and Missile (Tomy, 1979);
03. Game Boy Color;
04. Lote de cartuchos (originais e genéricos) para Game Boy / Game Boy Color.

O Digital Derby Auto Raceway e o Hit and Missile, ambos da empresa japonesa Tomy (hoje em dia Takara Tomy, após a fusão com a Takara), fazem parte da categoria de minigames/handhelds eletromecânicos (com partes mecânicas e partes eletrônicas, mais ou menos como as máquinas de pinball). Eles refletem também a qualidade ímpar dos produtos Made in Japan das décadas de 70 e 80.

Estão muito bem conservados (levando em consideração o ano de fabricação) e funcionando por completo. Vão para a minha coleção de minigames clássicos!

O Hit and Missile veio ainda com caixa original (está bem surradinha, mas mesmo assim é um item legal de se ver).

O Game Boy Color está com o LCD manchado e sem a tampa traseira das pilhas, mas está ligando e com aparência boa.

Peguei ainda esse lote de seis cartuchos para Game Boy / Game Boy Color. Alguns são originais, outros genéricos. Vieram Mickey Mouse; dois cartuchos do Mario Tennis; Pokémon; Pokémon versão gold e um cartucho 5 em 1 que ainda não testei (aparentemente vem com Toy Story e International Superstar Soccer 99).

Garimpo: cartuchos de MSX, Game Gear, Game Boy, GBA etc.

Fala, pessoal! No último dia 13/01 estive novamente na Feira de Antiguidades da Praça XV, um mercadinho de pulgas que acontece aos sábados no Centro do Rio de Janeiro. Achadinhos da vez:

01. Cartucho MSX: Ligue-se ao Expert;
02. Cartucho MSX Acentue! Oxítonas I;
03. Cartucho MSX Acentue! Paroxítonas I;
04. Cartucho Game Gear Paperboy com case;
05. Cartucho Game Boy Elevator Action com case;
06. Cartucho Game Boy Advance F-Zero;
07. Cartucho Game Boy Advance Castlevania: Circle of the Moon;
08. Minigame do Ben 10 (achei ele bonitinho, vai!);
09. Leitor USB de CompactFlash da Sandisk;
10. Memória EDO;
11. Cabo AV para Xbox 360.

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

Já foram todos devidamente higienizados e testados.

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

Fiquei impressionado com a qualidade desse cartucho do Paperboy. Está como novo. O do Elevator Action para Game Boy veio com leves manchas características do tempo. Precisaria de um retrobright.

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

Ligue-se ao Expert, cartucho educativo/demonstrativo que acompanhava o micro MSX Expert, da Gradiente. Foi o modelo de MSX que tive quando criança.

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

O leitor de CF operou corretamente, mas só funciona até o Windows 7. Testei em um Windows 10 e não funcionou (pelo que parece a Sandisk não deu suporte para o Win 10). Os LEDs funcionaram direito. O da esquerda é o LED de energia (cor verde) e o da direita é o de trabalho (cor amarela).

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

Garimpo: Master System III Compact; Zeebo; Star Voyager etc.

Retornei no último dia 24/10 à feira de antiguidades da Praça XV, um mercado de pulgas que acontece aos sábados no Centro do Rio de Janeiro. Dessa vez, os achados foram:

1. Master System III Compact;
2. Zeebo com 1 controle;
3. Cartucho Star Voyager para Atari 2600;
4. Par de joypads para Master System;
5. World of Warcraft Expansion Set.

1. Master System III Compact

Esse Master System está em ótimo estado de conservação e funcionamento, veio com um joypad e com o jogo Sonic na memória.

Master System III Compact | MARIO CAVALCANTI

Essa edição foi lançada pela Tectoy em 1992 e ela tem fonte interna.

Master System III Compact | MARIO CAVALCANTI

Master System III Compact | MARIO CAVALCANTI

A única saída de vídeo existente nesse console é a RF. As imagens abaixo são dele ligado em uma TV de tubo de 14 polegadas da CCE que tenho.

Sonic do Master System via RF | MARIO CAVALCANTI

Sonic do Master System via RF | MARIO CAVALCANTI

Sonic do Master System via RF | MARIO CAVALCANTI

2. Zeebo com 1 controle

Também em ótimo estado, esse Zeebo estava só com um controle, sem fontes, cabos de vídeo etc. Ainda não testei-o, mas em breve o farei. Quando conseguir testar, posto aqui no blog o resultado.

Zeebo da Tectoy. Console genuinamente brasileiro | MARIO CAVALCANTI

Para quem não conhece, o Zeebo é um console genuinamente nacional. Foi lançado em 2009 e fabricado pela Tectoy em parceria com a Qualcomm. Pertence à sétima geração dos videogames, ou seja, foi contemporânea do Xbox 360, Wii e PlayStation 3. Uma curiosidade é que o console não tem jogos em mídia física. Os games eram baixados a partir de uma rede 3G própria chamada ZeeboNet (acessível na tela inicial do console), mas essa rede já foi descontinuada.

3. Cartucho Star Voyager para Atari 2600

Durante o garimpo também encontrei esse cartucho do jogo Star Voyager para o Atari 2600. A etiqueta está meio surrada, mas eu não poderia deixá-lo para trás.

Cartucho do jogo Star Voyager para Atari 2600 (Imagic, 1982) | MARIO CAVALCANTI

O Star Voyager é um shooter espacial em primeira pessoa (assim como Elite, Space Battle e outros). Foi criado pelo programador Bob Smith e lançado pela Imagic em 1982. Os cartuchos da Imagic costumam ter esse visual, que eu acho bem maneirinho.

Cartucho do jogo Star Voyager para Atari 2600 (Imagic, 1982) | MARIO CAVALCANTI

Cartucho do jogo Star Voyager para Atari 2600 (Imagic, 1982) | MARIO CAVALCANTI

4. Par de joypads para Master System

Encontrei ainda um par de controles para o Master System. Um deles está com problema no segundo botão. Darei uma olhada depois. Fora isso, os direcionais e os botões restantes estão bons.

Par de joypads para o Master System | MARIO CAVALCANTI

5. World of Warcraft Cataclysm

Por fim, achei este World of Warcraft Cataclysm, que é um set de expansão (o terceiro, pra ser mais exato) lançado para o World of Warcraft.

World of WarCraft Cataclysm Expansion Set | MARIO CAVALCANTI

Ele é de 2009 e está em inglês. Não é retrô, mas está completinho, com caixa, capa do CD e manual.

World of WarCraft Cataclysm Expansion Set | MARIO CAVALCANTI

Garimpo: Coleco Bowlatronic (1981); Caixas de som 2.1 da Troni

No último sábado (17) fui novamente à feira de antiguidades da Praça XV, um mercado de pulgas que acontece aos sábados no Centro do Rio de Janeiro. Os achados do dia foram um Bowlatronic da Coleco e um conjunto de caixas de som 2.1 com mini super woofer da Troni para PC. Ambos em ótimo estado.

O conjunto 2.1 da Troni usarei no meu Pentium MMX 233. Ele tem um controle de volume bacana e um super woofer (não exibe tanto grave quanto um subwoofer, mas dá conta do recado).

O Coleco Bowlatronic foi o achado do dia. Ele é um boliche eletrônico de 1981. Nessa época existiram vários joguinhos eletrônicos baseados em LEDs e em VFDs (Vacuum Fluorescent Displays) lançados por empresas como Radio Shack, Mattel e Entex Electronics. São mais ou menos contemporâneos (ou será que posso chamá-los de primos?) de linhas de minigames como Game & Watch, da Nintendo.

Ainda vou dar aquele trato, tirar poeira e tal, mas esse Bowlatronic está funcionando direitinho. O bichinho funciona com uma bateria de 9 volts (aquela retangular), tem 40 cm de comprimento, imita uma pista de boliche e é bem leve. Esse vai pra coleção.

Garimpo: Joystick QuickShot QS-201; Microsoft Dangerous Creatures etc.

Hoje retornei à feira de antiguidades da Praça XV, no Centro do Rio, e entre outros itens garimpei um Microsoft Dangerous Creatures (1994), um Corel PrintHouse (1995) e um joystick analógico de PC (conector padrão DB15) QuickShot QS-201 com quatro botões.

O QuickShot está em ótimo estado. Higienizei e testei ele. Está com os quatro botões funcionando (mais fotos abaixo). O Dangerous Creatures vai para a minha coleção de CD-ROMs da linha Microsoft Home. Essa linha reunia programas educativos e de entretenimento da Microsoft em disquetes e CD-ROMs, e teve seu auge entre 1993 e 1995.