Demo Happy Halloween 2018 (MSX 1)

Feliz Dia das Bruxas! Fiz um pequeno demo em MSX BASIC para a revista Clube MSX para celebrar a data. O Happy Halloween 2018 roda em MSX 1 ou superior e mostra aleatoriamente pela tela personagens e objetos tradicionais (caracteres redefinidos) da cultura do Halloween. A ROM pode ser baixada aqui, ou você também pode rodá-lo diretamente no seu navegador clicando aqui.

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX

O Bee Card é um cartão de armazenamento de informação produzido ainda nos anos 80 pela japonesa Hudson Soft como forma de distribuição de software para os computadores da linha MSX. Ele tem dimensões de 8,5 cm x 5,5 cm, similares às de um cartão de crédito. Para usá-lo, é necessário ter um cartucho Bee Pack, que o usuário deve conectar em um slot do MSX. O Bee Card, por sua vez, é inserido no Bee Pack. Depois disso é só ligar o micro, e o jogo (ou programa) aparece na tela.

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Nas fotos estão o Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e o cartucho Bee Pack. Sempre gostei muito de cartões como forma de armazenamento de jogos, talvez por eles nunca terem existido oficialmente por aqui (mas eram extremamente populares no Japão). Quem viveu nessa época sabe que os meios de armazenamento que mais usávamos em micros domésticos e consoles clássicos eram fitas cassetes, disquetes e cartuchos.

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Além do MSX, consoles como Master System e PC Engine também tinham seus próprios cartões, e acho todos lindos. Inclusive, os famosos HuCards, os cartões do PC Engine, nasceram de uma colab entre Hudson SoftNEC (fabricante do PC Engine). Os HuCards são uma versão levemente mais fina dos Bee Cards.

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Apenas cerca de dez jogos e aplicativos foram lançados no formato Bee Card, incluindo um da Konami (Pooyan), o que não quer dizer que sejá fácil ou barato colecioná-los. Destaque para o logo da Hudson Soft no Bee Pack e no Bee Card. Sua abelhinha é nostálgica. Se tem logo da Hudson com abelhinha, eu curto.

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Bee Card do jogo Baseball Craze (Hudson Soft, 1984) e Bee Pack para MSX | MARIO CAVALCANTI

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX

Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI

Fala, pessoal! Recebi no último dia 23 de maio o cartucho original do Ghost, jogo de plataforma 2D com temática futurística lançado em 2017 pela Unepic Fran para MSX 1. E que jogo! Os gráficos e a jogabilidade são excelentes. O game é de autoria do espanhol Francisco Tellez de Meneses. Destaque também para a capa, obra do saudoso ilustrador Alfonso Azpiri, o Maestro.

Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI

Comprado no site da Matra, o cartucho levou cerca de um mês para chegar ao Brasil. Custou 38 euros já com o frete. Veio com caixa original, manual e um CD com extras (HQs em inglês e espanhol inspiradas no universo do jogo, pôster e versão digital do manual). Seria legal se no CD estivesse também a trilha sonora do jogo.

Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI

Ghost é uma amostra de que atualmente ainda são produzidos jogos complexos e de qualidade para o MSX 1. Como já dito, um belo conjunto de gráficos (muito colorido!), trilha sonora, efeitos sonoros, jogabilidade e diversão. Faz bonito ao lado de clássicos como Maze of Galious e irá agradar qualquer fã de jogos de plataforma 2D. Candidato a capa da revista Clube MSX nº 2. 😉

Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI Recebido do dia: Ghost (Unepic Fran, 2017) para MSX | MARIO CAVALCANTI

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Revista Clube MSX iniciando pré-venda online

Capa da primeira edição da revista Clube MSX | MARIO CAVALCANTI

A Clube MSX, revista impressa brasileira sobre a plataforma MSX, está iniciando nesta terça-feira (15/05) a pré-venda online de sua primeira edição. Com periodicidade trimestral e páginas coloridas, a publicação, projeto de minha autoria com a colaboração de um time bem bacana, será lançada oficialmente durante a edição 2018 da RetroRio, encontro anual de fãs de retrocomputação na cidade do Rio de Janeiro, que acontecerá de 31 de maio a 2 de junho.

Exemplares já podem ser adquiridos com o valor promocional de R$ 19,90 no site oficial da publicação, e estes continuarão com desconto na RetroRio. A partir do dia 3 de junho, a venda da revista seguirá com preço normal. Interessados de outros países poderão fazer a compra utilizando a plataforma de pagamento PayPal (instruções no site da revista). Os envios começarão a partir do dia 4 de junho.

A primeira edição da Clube MSX traz, entre outros assuntos, um review do jogo Inferno, lançado em 2017 para MSX 2, e uma matéria celebrando os 15 anos de existência da MSXdev. Uma entrevista com Rafael Jannone, criador do playground de desenvolvimento MSXPen, e um artigo sobre o Mitsubishi ML-8000, o primeiro MSX da História, também estão em destaque na capa da revista.

ESPECIFICAÇÕES DA REVISTA:

Clube MSX nº 1
Número de páginas: 40
Ano: 2018
Período: Abril-Junho
Idioma: Português
Formato: Impresso
Dimensões: 20,5 cm x 27,5 cm
ISSN: 2595-1076
Site oficial: www.clubemsx.com.br
E-mail de contato: contato@clubemsx.com.br
Preço normal de capa: R$ 24,90
Preço promocional: R$ 19,90 (até 02/06/2018)

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Bomb Jack em cartucho para MSX 2

Fala, pessoal! Chegou no último mês de abril meu cartucho do Bomb Jack para MSX 2. Excelente port da Kralizec lançado em 2004.

Bomb Jack em cartucho para MSX 2 | MARIO CAVALCANTI

Bomb Jack em cartucho para MSX 2 | MARIO CAVALCANTI

Não só os gráficos, mas também a música, a jogabilidade e os efeitos sonoros são ótimos. As fotos na TV de tubo não ficaram boas, mas o jogo é lindo. O cartucho foi montado pelo amigo Paulo Maluf, bem conhecido na comunidade MSX.

Bomb Jack em cartucho para MSX 2 | MARIO CAVALCANTI Bomb Jack em cartucho para MSX 2 | MARIO CAVALCANTI Bomb Jack em cartucho para MSX 2 | MARIO CAVALCANTI Bomb Jack em cartucho para MSX 2 | MARIO CAVALCANTI Bomb Jack em cartucho para MSX 2 | MARIO CAVALCANTI Bomb Jack em cartucho para MSX 2 | MARIO CAVALCANTI

Joguei muito Bomb Jack nos arcades nos anos 80. É um dos jogos que mais me trazem lembranças sonoras.

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Mistica FPGA16: testando jogos de MSX

Fala, pessoal! E olha aí o MSX na Mistica FPGA16. Metal Gear e Yie Ar Kung-Fu II rodando redondinho no monitor de tubo. E também o gerenciador de arquivos MultiMente.

Mistica FPGA16: testando jogos de MSX | MARIO CAVALCANTI Mistica FPGA16: testando jogos de MSX | MARIO CAVALCANTI Mistica FPGA16: testando jogos de MSX | MARIO CAVALCANTI Mistica FPGA16: testando jogos de MSX | MARIO CAVALCANTI Mistica FPGA16: testando jogos de MSX | MARIO CAVALCANTI

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

MSXRio’2018 | Veja vídeo da primeira edição do encontro

Fala, pessoal! No último dia 10 de março de 2018 aconteceu no Rio de Janeiro a primeira edição da MSXRio’2018, encontro carioca de usuários e entusiastas do MSX. Fiz um pequeno registro do evento. Clique na imagem abaixo para assistir ao vídeo no meu canal no YouTube. E não deixe de se inscrever para dar uma força!

MSXRio'2018 1ª Edição - Veja o vídeo no YouTube | MARIO CAVALCANTI

Em tempo: a organização da MSXRio também reuniu em seu site oficial diversas fotos do encontro.

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Microcomputador CP 400 Color II (Prológica, 1984)

Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI

Fala, pessoal! Esse é meu CP 400 Color II. O CP 400 foi um microcomputador de 8 bits produzido pela Prológica em 1984. Ele é baseado no clássico micro TRS-80 Color Computer (ou “CoCo”), lançado pela RadioShack em 1980. O modelo antecessor, CP 400 Color I, foi lançado no Natal de 1983 e tinha teclas bem menores.

Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI

Esse micro me traz uma lembrança muito especial, de quando eu visitava, ainda nos 80, uma softhouse carioca chamada Spada Soft (da qual me tornei amigo do dono depois). Uma das coisas que eu gostava nessa softhouse é que ela trabalhava com jogos e aplicativos para várias plataformas (não era só focada no MSX ou no Commodore Amiga, como víamos muito). E entre os micros que eu via por lá estavam um MSX Expert da Gradiente (que foi o MSX que eu tive quando criança), um TK-90X e um CP 400 Color II (que na época muitos usuários chamavam apenas de Color).

Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI Acervo pessoal: CP-400 Color II (Prológica, 1984) | MARIO CAVALCANTI

Esse CP 400 está em excelente estado e funcionando perfeitamente, e faz parte do meu acervo.

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Garimpo: cartuchos de MSX, Game Gear, Game Boy, GBA etc.

Fala, pessoal! No último dia 13/01 estive novamente na Feira de Antiguidades da Praça XV, um mercadinho de pulgas que acontece aos sábados no Centro do Rio de Janeiro. Achadinhos da vez:

01. Cartucho MSX: Ligue-se ao Expert;
02. Cartucho MSX Acentue! Oxítonas I;
03. Cartucho MSX Acentue! Paroxítonas I;
04. Cartucho Game Gear Paperboy com case;
05. Cartucho Game Boy Elevator Action com case;
06. Cartucho Game Boy Advance F-Zero;
07. Cartucho Game Boy Advance Castlevania: Circle of the Moon;
08. Minigame do Ben 10 (achei ele bonitinho, vai!);
09. Leitor USB de CompactFlash da Sandisk;
10. Memória EDO;
11. Cabo AV para Xbox 360.

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

Já foram todos devidamente higienizados e testados.

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

Fiquei impressionado com a qualidade desse cartucho do Paperboy. Está como novo. O do Elevator Action para Game Boy veio com leves manchas características do tempo. Precisaria de um retrobright.

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

Ligue-se ao Expert, cartucho educativo/demonstrativo que acompanhava o micro MSX Expert, da Gradiente. Foi o modelo de MSX que tive quando criança.

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

O leitor de CF operou corretamente, mas só funciona até o Windows 7. Testei em um Windows 10 e não funcionou (pelo que parece a Sandisk não deu suporte para o Win 10). Os LEDs funcionaram direito. O da esquerda é o LED de energia (cor verde) e o da direita é o de trabalho (cor amarela).

Garimpo no mercado de pulgas - Praça XV | MARIO CAVALCANTI

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Games Estrelados por Macacos | Assista ao vídeo no YouTube

Fala, pessoal! Hoje, dia 14 de dezembro, é comemorado o Dia Mundial do Macaco. Para entrar na brincadeira, fiz um vídeo sobre jogos estrelados por eles. Donkey Kong Country, Monkey Academy, Rampage e Toki estão na lista. Clique na imagem abaixo para assistir ao vídeo no YouTube. Não deixem de se inscrever no canal, e Feliz Dia do Macaco!

Games Protagonizados por Macacos | Assista ao vídeo no YouTube | MARIO CAVALCANTI

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.