Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS

Voyeur está na categoria de jogo-filme interativo. Lançado pela Philips Interactive em 1993 primeiramente para o Philips CD-i, o game ganhou em 1994 uma versão para MS-DOS pelas mãos da Interplay (essa que aparece na foto, que eu adquiri em uma feirinha de antiguidades) e uma para Mac pelas mãos da MacPlay.

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Em Voyeur o jogador assume o papel de um detetive particular contratado para encontrar provas que possam derrubar o corrupto Reed Hawke, interpretado no jogo pelo ator e roteirista americano Robert Culp (que faleceu em março de 2010).

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Na época o jogo se destacou pelos trechos de vídeo, que davam grande realismo ao jogo, e pelo conteúdo adulto, que incluía cenas bem picantes. É belíssimo também em termos de produto, com uma capa e com um encarte muito bem trabalhados.

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Voyeur (Interplay, 1994) para MS-DOS | MARIO CAVALCANTI

Voyeur faz parte da Era de Ouro da Multimídia no PC, período que eu simplesmente amo, quando havia muitas descobertas e experimentações em termos de entretenimento multimídia e de jogos interativos. O vídeo abaixo mostra o que estou tentando dizer.

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Outpost (Sierra, 1994) para DOS e Windows 3.1

Outpost é um jogo de simulação de construção e gerenciamento (com uma bela pitada de ficção científica) lançado em 1994 pela Sierra On-Line para DOS e Windows 3.1 (e posteriormente, ainda no mesmo ano, para o Macintosh). Este é o CD-ROM original em inglês.

Outpost (Sierra On-Line, 1994) para DOS e Windows 3.1 | MARIO CAVALCANTI

O jogo tem perspectiva isométrica e nele o jogador está no controle de uma missão de colonização em um planeta, visto que a vida na Terra está perto da extinção devido a ameaça de um asteroide. Reza a lenda que um ex-cientista da NASA fez parte do time de game design de Outpost. O título teve uma continuação, chamada de Outpost 2: Divided Destiny.

Outpost (Sierra On-Line, 1994) para DOS e Windows 3.1 | MARIO CAVALCANTI

Outpost (Sierra On-Line, 1994) para DOS e Windows 3.1 | MARIO CAVALCANTI

Um jogo que é fruto de mais uma grande softhouse que fez sucesso entre micros domésticos dos anos 80 e nos PCs nos anos 90. Destaque para o encarte do CD. Gosto muito da arte.

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.

Blast from the Past, a loja retrô de De Volta para o Futuro II

Enfim, chegamos ao dia 21 de Outubro de 2015! Acompanhando a onda de homenagens à data em que Marty McFly (Michael J. Fox) chega ao futuro na segunda parte da trilogia De Volta para o Futuro, resolvi fazer este post.

Quem é fã da trilogia, deve se lembrar da loja de antiguidades de Hill Valley em que McFly entra em 2015. Foi lá que ele comprou o célebre Almanaque dos Esportes, que trazia o resultado de jogos de diversos esportes ocorridos entre 1950 e 2000 – e que tornou Biff Tannen um magnata. Pois bem, a fictícia loja de antiguidades se chama Blast from the Past (é possível ver esse nome também no recebido de pagamento que acompanha o almanaque no filme) e comercializa principalmente artigos dos anos 60, 70 e 80.

Pausando o filme e dando uma atenciosa olhada na vitrine e no interior da loja, podemos ver itens que certamente são do agrado de quem gosta de videogames e computadores antigos. Abaixo montei uma breve lista – com a ajuda da Futurepedia – de alguns dos artigos da vitrine:

1. Cartucho do clássico jogo BurgerTime para Nintendo;
2. Cartucho do jogo Tubarão (Jaws) para Nintendo (baseado no filme homônimo de Spielberg);
3. Computador Macintosh de 1984;
4. TV de tubo da JVC;
5. Cartucho do jogo R.C. Pro também para o NES.

A loja conta ainda com outros artigos considerados retrôs em 2015, como um projetor Super-8, fitas VHS, uma lâmpada de lava, um aspirador de pó da Black & Decker de 1988, uma câmera analógica da JVC, um vídeo cassete Betamax entre outras relíquias.

Se pararmos para analisar como a loja foi montada, veremos que foi uma grande sacada. Como vimos, muitos dos itens são da década de 80. E De Volta para o Futuro II entrou em cartaz em 1989. Logo, a vitrine da Blast from the Past exibe muitos artigos que realmente estavam em evidência no ano em que o filme estreou. Ou seja, deve ter sido muito divertido montar a vitrine e imaginá-la como obsoleta no futuro.

Carioca, empreendedor e jornalista de games e de tecnologia. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. Aqui no blog fala principalmente sobre itens do seu acervo de games, consoles e micros.