15 de setembro de 2017

Patches de joystick nas Lojas Renner

Andando essa semana com minha esposa numa filial da Lojas Renner no Rio de Janeiro, encontrei na seção de acessórios uma cartela de patches com motivo retrô. Entre os patches estavam um de fita cassete e um de joystick.

Foto: Mario Cavalcanti
Foto: Mario Cavalcanti

O de joystick foi claramente inspirado em um controle Competition Pro. Ssegue abaixo foto para comparação.

Joystick Competition Pro no canto inferior direito. Crédito da foto: Breadbox64.com

O joystick Competition Pro foi criado ainda nos anos 80 pela fabricante britânica de eletrônicos Kempston Micro Electronics. Ele trazia esses dois botões vermelhos para poder ser usado tanto por destros como por canhotos. Foi produzido inicialmente para o ZX Spectrum, mas funcionava (com conectores compatíveis) em outros micros contemporâneos como Amstrad CPC, Atari ST e Commodore 64.

Os patches têm largura e altura aproximada de 5 centímetros. Podem ser aplicados em jaquetas, mochilas etc. Não achei o preço tão convidativo: R$ 25,90. O mesmo kit de patches — pelo mesmo preço — está disponível na loja virtual deles (nesse caso o comprador terá que arcar ainda com o custo do frete).

Os quatro patches da cartela (loja virtual da Renner)
Foto ilustrativa (loja virtual da Renner)

Carioca, jornalista de games e de tecnologia, empreendedor e youtuber. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. No YouTube faz resenhas de itens ligados a micros antigos, consoles clássicos e retrogames.

1 de julho de 2017

Garimpo no mercado de pulgas: Joystick QuickShot QS-201; Microsoft Dangerous Creatures etc.

Hoje retornei à feira de antiguidades da Praça XV, no Centro do Rio, e entre outros itens garimpei um Microsoft Dangerous Creatures (1994), um Corel PrintHouse (1995) e um joystick analógico de PC (conector padrão DB15) QuickShot QS-201 com quatro botões.

O QuickShot está em ótimo estado. Higienizei e testei ele. Está com os quatro botões funcionando (mais fotos abaixo). O Dangerous Creatures vai para a minha coleção de CD-ROMs da linha Microsoft Home. Essa linha reunia programas educativos e de entretenimento da Microsoft em disquetes e CD-ROMs, e teve seu auge entre 1993 e 1995.

Carioca, jornalista de games e de tecnologia, empreendedor e youtuber. Escreve para publicações especializadas em games clássicos, é proprietário da loja virtual Retro Mall e editor da revista Clube MSX. No YouTube faz resenhas de itens ligados a micros antigos, consoles clássicos e retrogames.