27 de outubro de 2017

PC: 101 Jogos Inesquecíveis | Assista ao review do livro no YouTube

Fala, pessoal! A resenha em vídeo da vez é sobre o livro PC: 101 Jogos Inesquecíveis, lançado em agosto desse ano. A obra faz parte da coleção 101 Games da WarpZone. No vídeo também conto um pouco sobre quando comecei a usar PC. Clique na imagem abaixo para assistir no YouTube.

Assista ao review do livro "PC: 101 Jogos Inesquecíveis" no YouTube | MARIO CAVALCANTI

Carioca, jornalista, empreendedor e nerd. É editor do site RetroBased e proprietário da loja virtual Retro Mall. No YouTube faz resenhas de itens ligados a micros antigos, consoles clássicos e retrogames.

19 de setembro de 2017

Garimpo no mercado de pulgas: Coleco Bowlatronic (1981); Caixas de som 2.1 da Troni

No último sábado (17) fui novamente à feira de antiguidades da Praça XV, um mercado de pulgas que acontece aos sábados no Centro do Rio de Janeiro. Os achados do dia foram um Bowlatronic da Coleco e um conjunto de caixas de som 2.1 com mini super woofer da Troni para PC. Ambos em ótimo estado.

O conjunto 2.1 da Troni usarei no meu Pentium MMX 233. Ele tem um controle de volume bacana e um super woofer (não exibe tanto grave quanto um subwoofer, mas dá conta do recado).

O Coleco Bowlatronic foi o achado do dia. Ele é um boliche eletrônico de 1981. Nessa época existiram vários joguinhos eletrônicos baseados em LEDs e em VFDs (Vacuum Fluorescent Displays) lançados por empresas como Radio Shack, Mattel e Entex Electronics. São mais ou menos contemporâneos (ou será que posso chamá-los de primos?) de linhas de minigames como Game & Watch, da Nintendo.

Ainda vou dar aquele trato, tirar poeira e tal, mas esse Bowlatronic está funcionando direitinho. O bichinho funciona com uma bateria de 9 volts (aquela retangular), tem 40 cm de comprimento, imita uma pista de boliche e é bem leve. Esse vai pra coleção.

Carioca, jornalista, empreendedor e nerd. É editor do site RetroBased e proprietário da loja virtual Retro Mall. No YouTube faz resenhas de itens ligados a micros antigos, consoles clássicos e retrogames.

1 de julho de 2017

Garimpo no mercado de pulgas: Joystick QuickShot QS-201; Microsoft Dangerous Creatures etc.

Hoje retornei à feira de antiguidades da Praça XV, no Centro do Rio, e entre outros itens garimpei um Microsoft Dangerous Creatures (1994), um Corel PrintHouse (1995) e um joystick analógico de PC (conector padrão DB15) QuickShot QS-201 com quatro botões.

O QuickShot está em ótimo estado. Higienizei e testei ele. Está com os quatro botões funcionando (mais fotos abaixo). O Dangerous Creatures vai para a minha coleção de CD-ROMs da linha Microsoft Home. Essa linha reunia programas educativos e de entretenimento da Microsoft em disquetes e CD-ROMs, e teve seu auge entre 1993 e 1995.

Carioca, jornalista, empreendedor e nerd. É editor do site RetroBased e proprietário da loja virtual Retro Mall. No YouTube faz resenhas de itens ligados a micros antigos, consoles clássicos e retrogames.

2 de junho de 2017

Corrigindo automaticamente o aspect ratio no DOSBox

Uma das coisas que levo em consideração para uma emulação mais agradável de jogos antigos é o uso — quando possível — de uma TV de tubo. Não há nada mais bonito que um game clássico no brilho de uma CRT. Isso serve para consoles, micros e arcades.

Parto da filosofia de que games antigos foram feitos para TVs/monitores antigos e games novos foram feitos para TVs/monitores novos. Quando você coloca um no outro e o outro no um, dá até pra jogar, mas perde um pouco do encanto. No caso dos arcade games clássicos, por exemplo, títulos como Double Dragon, R-Type, Robocop, Black Dragon, ESP Ra.De., TMNT, Tiger Road, Fighting Fantasy, Magic Sword, Golden Axe e mais um monte deles ficam absurdamente lindos numa TV CRT.

Mas há outro fator que também levo muito em conta na hora de buscar uma experiência de emulação mais prazerosa: a proporção de tela (ou aspect ratio). Nada de jogo esticado ou encolhido. Se o aspect ratio do jogo é o 4:3 — proporção de tela conhecida como “janela clássica”, que é muito usada na televisão tradicional e em muitos monitores de computador —, vamos buscar reproduzir isso. Se ele foi concebido para 16:9, que assim seja. O que fica feio é rodar um jogo 4:3 esticado no seu monitor widescreen, ou ver um jogo que é “superwide” espremido na tela quase quadrada da sua TV antiga (a não ser que você não tenha outra televisão em mãos. Estamos falando aqui apenas de uma melhor experiência de emulação).

Por exemplo, veja como fica abaixo a tela inicial do jogo Raptor, do DOS, com a proporção de tela correta e incorreta.

Raptor com aspect ratio errado
Raptor com proporção de tela correta

Se você também curte jogos de DOS e costuma usar o emulador DOSBox, é fácil configurá-lo para corrigir automaticamente o aspect ratio. No caso usarei como exemplo a versão do DOSBox para Windows.

Por padrão, o config do DOSBox traz a opção de correção automática de aspect ratio desabilitada. O que vamos fazer é habilitar essa opção. Para isso — e supondo que você já tenha o emulador instalado e saiba manuseá-lo —, basta abrir a pasta do emulador no seu computador e depois abrir o atalho “DOSBox 0.74 Options”. Você pode fazer isso também clicando no menu inicial, rolando a tela até o ícone do DOSBox e abrindo o mesmo atalho.

O atalho irá chamar o Notepad (Bloco de Notas) já com o arquivo de configuração aberto (no caso, dosbox-0.74.conf), que é um arquivo de texto. Já nele, localize a propriedade “aspect” e mude seu valor para “true”. Ou seja, a linha que antes era “aspect=false” passa a ser “aspect=true”.

Depois, salve o arquivo de configuração, feche-o e execute o DOSBox. Veja abaixo algumas telas de antes e depois, e perceba que esse pequeno detalhe contribui para deixar a emulação mais próxima do proposto.

Doom com proporção errada
Tela inicial de Doom com proporção correta
Doom com aspect ratio errado
Doom com aspect ratio correto
Prince of Persia com proporção de tela incorreta
Prince of Persia com proporção de tela correta

Algumas versões do DOSBox para dispositivos móveis, como o aDOSBox do Android, já facilitam esse trabalho trazendo uma opção de menu para habilitar ou desabilitar a correção de aspect ratio, não exigindo abrir um arquivo de configuração. Dúvidas? Sugestões? Deixe um comentário aí embaixo. Sempre que possível, vou procurar abordar essa questão do aspect ratio em tutoriais sobre emulação.

Carioca, jornalista, empreendedor e nerd. É editor do site RetroBased e proprietário da loja virtual Retro Mall. No YouTube faz resenhas de itens ligados a micros antigos, consoles clássicos e retrogames.